A Secretaria de Educação do Paraná, a Associação dos Municípios (AMP), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e as secretárias da Justiça e do Urbanismo estão se mobilizando e apelando a toda a sociedade para que participe da campanha de erradicação do analfabetismo no Estado. No dia 10 de junho, Dia da Língua Portuguesa, deverão ser cadastrados o maior número possível de analfabetos.

As diretrizes da campanha estão fundamentadas no projeto Brasil Alfabetizado, do Ministério da Educação, que vai repassar verbas para os estados que desenvolverem programas de Alfabetização de Jovens e Adultos. A previsão é que o governo federal repasse R$2 milhões pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o programa que será desenvolvido.

Segundo o censo de 2000, existem 650 mil analfabetos no Paraná. De acordo com o secretario da Educação, Mauricio Requião, “a idéia é que a campanha seja de grande abrangência, tal como ocorre com as campanhas de vacinação, nas quais todos se envolvem, principalmente, os meios de comunicação como televisão e rádio”.