Três dias de disputas em Campo Grande e o Paraná tem feito bonito nos Jogos Abertos Brasileiros. Nas modalidades individuais, já encerradas, atletismo, judô e natação, o Paraná já conseguiu 19 medalhas, e ocupa terceira posição ao lado do Rio de Janeiro na classificação geral com 32 pontos, atrás de São Paulo, com 54, e Mato Grosso do Sul com 33.

Com mais de 200 atletas, o Paraná está em Campo Grande em busca de bons resultados, o que significa ficar entre as primeiras colocações. A delegação esta sendo chefiada pelo diretor de esportes da Paraná Esporte, professor Lester Pinheiro, que espera bom desempenho das equipes paranaenses, e fala do compromisso do governo do Estado com o esporte.

?Hoje, além de cumprir todo o calendário municipal, regional, macro regional, estadual e nacional, nas faixas até 17 anos, com Jogos Colegiais e da Juventude, o Paraná fecha um ciclo espetacular, realizando os Jogos Universitários Paranaenses em São Miguel do Iguaçu, e os Jogos Abertos Brasileiros em Campo Grande (MS)?, disse Lester. ?Presente em todos os segmentos, a Paraná Esporte, junto com a Secretaria da Educação, deixa claro, que a partir de janeiro de 2003, cumpriu todos os objetivos e anseios da comunidade esportiva do Paraná?.

Para o diretor de esportes, o fato do governardor, em 30 de maio de 2005, empossar os membros do Conselho Estadual do Esporte, no Palácio do Iguaçu, ?abre-se uma oportunidade de ouro para as federações, ligas e atletas expoentes de nosso estado, conseguirem patrocínios diretos e indiretos, nos diferentes segmentos esportivos?.

A participação das prefeituras municipais, viabilizando o transportes dos atletas até Campo Grande é importante para que o Paraná esteja bem representado. ?Agradeço a todos os municípios que enviaram seus atletas aos Jogos Abertos Brasileiros. Londrina na pessoa do prefeito Nedson Micheletti, Maringá com o prefeito Silvio Barros, Paul Macdonald, de Foz do Iguaçu e Roberto Viganó de Pato Branco. É uma espetacular parceria. O único percalço, pela primeira vez na história do esporte paranaense, aconteceu com a equipe de atletismo masculino e feminino de Londrina, onde o professor José Eugênio Zaninelli, não permitiu que seus atletas representassem a sua cidade e o Estado. Tal atitude causa espécie, devido ao domínio público, que a Paraná Esporte construiu em Londrina, a pista de material sintético da Universidade Estadual, onde existe um projeto com o suporte da Caixa Econômica Federal.

A pergunta que se faz é a seguinte: Para que treinam os atletas? O Governo do Estado esta pagando a alimentação e estadia em hotéis e forneceu todo o suporte necessário (fisioterapeutas, médicos, técnicos da Paraná Esporte e inscrição). Londrina foi, em todas as modalidades, exceção feita ao atletismo. Sentimos muito pelos atletas?, finalizou o professor Lester Pinheiro.

Londrina esta em Campo Grande com o judô masculino e feminino, handebol masculino e feminino, basquete feminino, futsal feminino, voleibol e voleibol feminino. Maringá com o atletismo masculino e feminino, basquete masculino e voleibol masculino. Foz do Iguaçu com natação masculino e feminino e Pato Branco com o futsal masculino.