O número de atendimentos prestados na 9.ª edição do Paraná em Ação ? Feira de Serviços Gratuitos, realizada em Ponta Grossa de quarta-feira (12) a domingo (16) superou as expectativas dos organizadores. Foram realizados cerca de 80 mil atendimentos na Feira, coordenada pela Secretaria Especial de Relações com a Comunidade. Passaram pela feira 21 mil pessoas, duas vezes mais que no ano passado, na primeira edição do programa.

A nona edição do programa foi realizada paralelamente à 29ª Efapi (Exposição Feira Agropecuária e Industrial) e contou com a participação de caravanas de municípios vizinhos. Quem foi à feira pode usufruir de diversos serviços, como a emissão de documentos, exames de saúde preventivos, orientações e inscrições em programas sociais, assistências judiciárias, orientações médicas, oficinas de aproveitamento de alimentos, artesanatos e recreações em geral, reconhecimento de paternidade e acesso grátis à internet.

Para o secretário de Relações com a Comunidade, Milton Buabssi, os resultados foram satisfatórios e gratificantes. ?Através do Paraná em Ação, milhares de pessoas são incluídas na sociedade, passam a ter contato com as ações sociais do governo e a participar delas mais ativamente. Há pessoas, por exemplo, que nunca tiveram contato com computador e, no Paraná em Ação, através da Celepar isso é possível. Diversos computadores ficam à disposição dos freqüentadores com profissionais capacitados para ensinar e tirar dúvidas de quem ainda não sabe operar a máquina. Esse programa é de fato uma feira de cidadania voltado a quem realmente precisa?, declara.

Entre as entidades que mais se destacaram nos atendimentos estão os órgãos emissores de documentos. Também as áreas de saúde são procuradas para realização de exames preventivos, orientações e solução de dúvidas. Segundo os coordenadores do Paraná em Ação, Clecy Amadori e Marcírio Machado, a novidade nesta etapa foi o estande da UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa), no qual alunos explicavam os fundamentos da Física aplicados no cotidiano e cuidados com a eletricidade. ?Esse serviço fez muito sucesso entre os visitantes das mais diversas faixas etárias, acabou tornando-se um dos locais mais visitados da Feira?, conta Clecy Amadori.

O Núcleo de Educação de Ponta Grossa reuniu alunos com mais de 14 anos e levou-os à feira de serviços para solicitarem seus documentos. Os estudantes também puderam obter inúmeras orientações em todos os estandes da Feira. Os adolescentes aproveitaram para conhecer a vendinha do fisco, que exibia um vídeo informativo sobre a importância da nota fiscal. ?É importante esse incentivo aos estudantes, pois ao receber esse tipo de informação, tornam-se conscientes e se tornaram adultos mais esclarecidos?, diz Marcírio.

Saúde

O Sesi, parceiro que acompanha o Paraná em Ação desde suas primeiras edições, realizou testes de glicemia, bem como verificação de pressão arterial, e a Fundação Pró-Renal, que participou pela primeira vez no evento, realizou exames de urina.

Com brinquedos infláveis, cama elástica, muro de escalada, entre outras brincadeiras, o Paraná Esportes e o Sesc proporcionaram recreação e entretenimento às crianças que visitaram a feira. As entidades também ensinavam meninos e meninas a maneira correta de escovar os dentes e manter a higiene bucal.

O programa teve seu projeto piloto realizado há um ano em Ponta Grossa, com 37 mil atendimentos. ?Foi realmente uma surpresa o número de atendimentos prestados nesta edição, pois já estivemos na cidade em outra ocasião, e, no entanto, ultrapassamos o dobro de atendimentos em relação a primeira edição?, declara Milton Buabssi. Segundo o secretario, o Paraná em Ação já atendeu 230 municípios e até o final do Governo pretende completar os 399 municípios paranaenses. A décima edição da feira de serviços já está marcada para novembro e atenderá a cidade de Paranaguá e municípios vizinhos.

A feira de serviços gratuitos já realizou mais de um milhão de atendimentos. O maior volume ocorreu em Curitiba, na Semana da Pátria, onde foram prestados mais de 362 mil atendimentos na área de saúde, educação, lazer, jurídico, entre outros.