O Paraná conseguiu um bom resultado fora de casa ao empatar em 2 x 2 com o São Paulo no Morumbi. Jogando com um homem a menos desde os 17 minutos do segundo tempo, o tricolor paranaense soube se defender da pressão dos paulistas, que sentiram a ausência do artilheiro Luís Fabiano.

O São Paulo saiu na frente logo aos 4 minutos de jogo. Cicinho bateu escanteio, Flávio saiu mal do gol e o zagueiro Rodrigo marcou de cabeça.

Empolgado com a vantagem já no início, o São Paulo partiu para cima, mas não conseguiu aumentar a vantagem no placar. O Paraná, quando tinha a posse de bola, não conseguia ameaçar o gol de Rogério Ceni.

Até os 22 minutos do primeiro tempo, quando Axel arriscou de longe. O chute foi forte, mas no meio do gol. Rogério Ceni foi na bola, mas não conseguiu segurar. Empate no placar que presistiu até o fim da primeira etapa, graças principalmente ao atacante são-paulino Grafite, que perdeu duas chances incríveis.

Porém logo no começo do segundo tempo o São Paulo passou à frente. Se o ataque paulista não conseguia balançar as redes paranaenses, quem resolveu a parada foi o goleiro Rogério Ceni. Ele se apresentou para bater uma falta na entrada da área e não fez feio. Cobrança perfeita, no ângulo do gol de Flávio, com 1 minuto de bola rolando.

Mas o Paraná não se abateu e três minutos depois deixava tudo igual novamente. Wiliam recebeu no ataque e tocou para Beto. Ele tabelou com Wellington e chutou no canto, sem chances para Rogério.

Depois disso só deu São Paulo. Principalmente quando Axel fez falta violenta em cima de Jean, que havia acabado de entrar, e foi expulso. Com dez homens em campo, o Paraná se encolheu todo na defesa. E o São Paulo partiu com tudo em busca da vitória.

Mas o tricolor paranaense trabalhou bem na defesa, com destaque para o zagueiro Nelinho, que fez grande atuação. Aos 46, Galvão ainda teve a oportunidade de decretar a virada, mas o atacante paranista chutou fraco e a zaga do São Paulo conseguiu cortar.

Com o empate em 2 x 2 o Paraná vai a 10 pontos e está na oitava posição no campeonato. O São Paulo foi a 14 e permanece na liderança, dois pontos à frente do Figueirense.