Um time enfadonho, jogando muito recuado, como se fosse uma equipe pequena e sem nenhuma inspiração. Foi desta forma que o Paraná Clube perdeu, nesta tarde de domingo, em Maringá, para a equipe do São Paulo.

O Tricolor paranaense fez um primeiro tempo horrível. O ataque só tinha Borges e os alas não conseguiam organizar as jogadas. O São Paulo também não ameaçava, mas, após uma falta em Amoroso, Rogério Ceni mandou a bola no canto e abriu o placar. O que estava ruim ficou pior quando, após um cruzamento de Cicinho, Lugano meteu a cabeça na bola e fez 2 a 0.

O segundo tempo começou do jeito que terminou o primeiro: o Paraná sem inspiração e o São Paulo tocando a bola. E foi numa bola perdida, no meio, que Cicinho trocou passes com Amoroso que recebeu na entrada da grande área e fuzilou Darci.

A cova já estava pronta e só faltava enterrar o morto. E pra terminar com o velório veio o quarto gol. Depois de uma cobrança de escanteio, Cristian toca na bola que ainda bateu no zagueiro Aderaldo e foi para fundo do gol. 4 a 0 para o São Paulo sem perdão.

Agora é juntar os cacos e pensar no próximo jogo, contra o Juventude, em Caxias do Sul.