O Paraguai está vivendo ?sua pior crise econômica dos últimos 20 anos?, afirmou hoje (19) o ministro da Economia paraguaio, James Spalding. ?Se não recebermos um empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI) de US$ 200 milhões, conseguiremos apenas sobreviver?, declarou o ministro à emissora de rádio Cardinal.

Na entrevista, Spalding relatou que recebeu ?uma carta do FMI na qual o Fundo assinala sua preocupação com o fim do prazo para a liberação do empréstimo?. ?Para o FMI é insuficiente a aprovação por parte do Senado de uma lei de reforma tributária, já que a Câmara dos Deputados nem sequer analisou o projeto em suas comissões?, afirmou.

?Esta lei aprovada pelos senadores contempla uma série de modificações (tributárias), como o aumento do IVA (Imposto sobre o Valor Agregado) de 10% para 11%?, entre outras, explicou o ministro.

Spalding recordou que um acordo prévio com o FMI contemplava a liberação de US$ 40 milhões em outubro para reforçar as reservas internacionais do país e, desta forma, manter estável a cotação do dólar. (AE-AP)