O ex-governador Anthony Garotinho (PMDB) disse nesta segunda-feira (9) que o candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin, foi "sem dúvida nenhuma" o vencedor do debate deste domingo (8) na TV Bandeirantes. Para ele, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstrou nervosismo e despreparo para responder às perguntas. Ele diz não ter visto agressividade em Alckmin. "Não podemos confundir indignação com agressividade. Como todo o Brasil, Alckmin ficou indignado diante do cinismo de Lula de dizer que não sabe de nada", disse Garotinho, que assistiu ao debate no Palácio Laranjeiras na companhia da mulher, a governadora Rosinha, e da filha Clarissa Matheus. "Todas as enquetes que eu fiz mostraram que o telespectador teve a mesma impressão que eu", disse o ex-governador.

Para o candidato ao governo do Rio, Sergio Cabral (PMDB), o presidente Lula se saiu "muito bem porque o Alckmin passou para um estilo que não é dele, mais duro, mais incisivo". Ele disse que só assistiu ao final do debate, porque antes estava gravando o programa eleitoral. "Do que eu vi achei o Lula muito sereno, incisivo nas respostas quando tinha que ser", avaliou. "Quando cheguei em casa, perguntei ao meu porteiro e ele disse que o Lula estava ganhando", disse Cabral, acrescentando que essa resposta foi a sua "quali" (pesquisa qualitativa).

Denise Frossard (PPS), que manteve seu apoio a Alckmin apesar de Garotinho, disse ter assistido, mas não quis comentar o debate. "Quem deve achar alguma coisa são os eleitores. Não é uma candidata ao governo do Estado que vai falar sobre isso", disse.