O município de Palmas, no Sudoeste do Estado, receberá cerca de R$ 2 milhões do Fundo Paraná para desenvolvimento de programas nas áreas da fruticultura, bovinocultura e meio ambiente. Os convênios foram assinados quinta-feira à noite (23) pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldair Rizzi, no auditório do Centro Universitário Diocesano do Sudoeste (Unics).

O primeiro convênio, no valor de R$ 903 mil, trata da implantação de um pólo de fruticultura em Palmas, que, entre outras atividades, deverá estender o cultivo de fruteiras de clima temperado para macieiras, videiras, caqui e kiwi, além de avaliar a qualidade das frutas já produzidas na região. Novas pesquisas sobre florestas e outras áreas verdes também estão previstas no convênio, assinado ainda pela reitora da UNICS, Zenith da Luz Santos Ribas e pelo diretor presidente do CPEA, José Antonio Peruzzo.

O segundo convênio, no valor de R$ 1 milhão, refere-se à implantação de um Laboratório de Análises de Solos, Água e Combustível, que tem como objetivo realizar pesquisas e levantar informações sobre o meio ambiente de Palmas e região, assim como realizar atividades de ensino para capacitação de recursos humanos no setor. Os equipamentos a serem adquiridos poderão ser compartilhados com outras instituições, ?em benefício do desenvolvimento científico e tecnológico do Estado?, segundo o secretário Aldair Rizzi.

O terceiro convênio, no valor de R$ 150 mil, tem a participação da Prefeitura de Palmas e prevê a implantação de um Centro de Capacitação e Difusão de Gado Leiteiro, com uma Unidade de Pesquisa em Bovinocultura Leiteira e um Laboratório de Qualidade do Leite. ?Esse programa deverá consolidar a Região Sudoeste do Paraná como um pólo gerador de inovação tecnológica na cadeia de produção leiteira a pasto para pequenas propriedades agrícolas?, disse ainda o secretário.