O acesso ao tratamento e controle da asma e da rinite na rede SUS será ampliado, de acordo com anúncio feito hoje (7), Dia Mundial da Saúde, pelo Ministério da Saúde. A partir do segundo semestre, os pacientes passarão a dispor de medicamentos gratuitos.

Estimativas apontam que entre 10% e 20% da população têm asma e 10% a 25% têm rinite. Apenas no ano passado, a rede SUS registrou 367 mil internações por asma.

"Estamos garantindo a todos os pacientes do SUS o acesso ao Salbutamol e à Beclometasona a todas as crianças e a toda a população que tem necessidade de acesso a esses medicamentos, inclusive para prevenção das crises", explicou o ministro da Saúde, Humberto Costa.