A Ouvidoria, vinculada à Secretaria Especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral (Seoge), somou em março o maior número mensal de procedimentos instaurados registrado desde o início de 2007. Ao todo, 757 casos relatados pelos cidadãos foram enviados para os órgãos competentes, para averiguação e posterior encaminhamento de resposta aos interessados. Os outros atendimentos foram solucionados no momento do contato com a instituição.

Desde janeiro, a Ouvidoria instaurou 1.957 procedimentos ? sendo 653 em janeiro e 547 em fevereiro. No último mês, a maior parte dos encaminhamentos foi de assuntos relacionados à administração estadual (283). Os cidadãos fizeram solicitações de informações, denúncias, reclamações e sugestões sobre concursos, documentação, atendimento prestado por servidores públicos e benefícios funcionais, por exemplo.

Outra área bastante citada pela população foi a de educação (85). Dentre os assuntos mais abordados em março estavam solicitações de informações sobre material didático, escolas estaduais, serviços dos núcleos regionais e merenda escolar. Já no setor de segurança, foram feitos pedidos de policiamento, solicitações sobre o programa de policiamento comunitário e denúncias sobre narcotráfico, totalizando 84 procedimentos.

A instituição também instaurou procedimentos relativos a solicitações e reclamações sobre as áreas de saneamento (18), saúde (17), fazenda (17), previdência (15) e transporte (11). Além disso, a Ouvidoria recepcionou relatos que não eram da sua competência, como temas das esferas municipal, judiciária e federal. Nestes casos, os cidadãos foram orientados a quem deveriam recorrer.