Brasília – A Operação Contanicot, da Polícia Federal, cumpriu na manhã desta segunda-feira (21) quatro mandados de prisão e quatro de busca e apreensão na cidade de Foz do Iguaçu (PR), na fronteira do Brasil com o Paraguai.

A operação tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada para o contrabando, especificamente de cigarros, corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Segundo o  agente Altair Menosso, da Comunicação Social da PF,  a operação  está sendo realizada em Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Serão cumpridos 55 mandados de prisão e 77 de busca e apreensão em Goiânia (46 alvos), Anápolis (3 alvos), Mato Grosso do Sul (4 alvos)  e interior de Goiás (7 alvos).

Menosso disse que das quatro pessoas presas em Foz  do Iguaçu, três estavam servindo como batedores de um caminhão repleto de caixas de cigarros e mercadorias contrabandeadas do Paraguai (brinquedos, CDs e mercadorias de bazar). O motorista do caminhão também foi preso.

De acordo com o inspetor, foram apreendidos três carros, uma moto e R$ 13  mil nas residências dos integrantes da quadrilha. O comando da Contranicot está sediando na Polícia Federal de Goiânia.