O juiz da 8ª Vara Empresarial Paulo Roberto Fragoso, que também acompanha o processo de recuperação judicial da Varig, afirmou hoje que a Justiça trabalha com a expectativa de realizar um leilão de venda da Varig na próxima semana. A previsão dependeria de a Justiça aprovar ainda nesta segunda-feira a oferta de US$ 500 milhões feita pela VarigLog para aquisição da companhia aérea.

Segundo ele, nessa semana por conta do jogo do Brasil na Copa, que reduz o expediente no tribunal, seria difícil convocar uma assembléia de credores e ainda realizar o leilão. "Os credores precisam ter um tempo razoável para analisar a oferta", disse.

Fragoso explicou que a Justiça aguarda apenas o detalhamento pela VarigLog de sua proposta, que será encaminhada à Justiça pela administradora judicial da Varig, a Deloitte. Entre os pontos que devem ser discutidos estão quanto desses recursos (contidos na proposta de US$ 500 milhões) irão para pagamento de credores e também quais os ativos que permanecerão na antiga Varig para dar continuidade à empresa.

"O modelo tem de ser feito de uma maneira que a Varig continue funcionando. Não podemos largar a Deus dará a Varig antiga", disse. O Juiz informou que ainda hoje a Justiça irá se pronunciar sobre a proposta. Na avaliação de Fragoso, o cronograma para o leilão deve ser agilizado. "Os prazos legais não serão respeitados devido à urgência", disse Fragoso, ao lembrar que os custos de se manter a Varig operando são altos.