Kaká deve mesmo ocupar o lugar de Ronaldinho Gaúcho como titular da seleção brasileira no amistoso desta terça-feira (9) contra o Equador, em Estocolmo, na Suécia. O técnico Dunga sinalizou a alteração ao escalar o jogador do Milan no time que atuou de camisas azuis durante o treino, enquanto Ronaldinho entrou na equipe de coletes laranjas.

No treino antes do amistoso contra o combinado do Kuwait, Dunga escalou dois times, e o que jogou de azul foi escalado no início da partida. Se o técnico repetir essa postura, o Brasil sai jogando contra os equatorianos com: Gomes; Maicon, Lúcio, Juan e Adriano; Gilberto Silva, Dudu Cearense, Elano e Kaká; Robinho e Fred. Desses, apenas três iniciaram a partida no Kuwait: Dudu Cearense, Elano e Robinho.

O time de colete laranja, com a maioria dos titulares do último sábado, formou com: Helton; Daniel Alves, Luisão, Alex e Marcelo; Mineiro, Lucas, Daniel Carvalho e Ronaldinho; Vagner Love e Rafael Sobis – Lucas, Daniel Carvalho e Vagner Love já haviam treinado de colete laranja no Kuwait.

Kaká, no entanto, não vê Ronaldinho Gaúcho como rival de posição. "É natural a disputa pela vaga, não só com o Ronaldinho. Todos os meias ofensivos e atacantes estão na disputa, o que passa pela cabeça do Dunga não dá pra saber", afirmou o jogador, antes do treino.

Ele disse que pronto para repetir a dupla que formou na Copa do Mundo da Alemanha. "É claro que me sinto bem atuando ao seu lado quem não se sente bem jogado ao lado do Ronaldinho?", questionou.