O arquiteto Oscar Niemeyer, de 98 anos, internado desde domingo no Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, já "saiu da cama e sentou-se em uma poltrona", segundo boletim médico divulgado nesta sexta-feira (13). O arquiteto "recupera-se de maneira satisfatória", com "sessões de fisioterapia duas vezes ao dia", de acordo com o boletim, assinado pelo ortopedista Pedro Ivo de Carvalho e pelo clínico geral Fernando Gjorup.

Ele permanece internado na Unidade Intermediária (UI) do hospital e ainda não há previsão de alta. O arquiteto fraturou o quadril em conseqüência de uma queda sofrida em sua casa e foi submetido a uma cirurgia ortopédica.

Niemeyer nasceu no Rio de Janeiro em 15 de dezembro de 1907. Considerado o mais importante arquiteto brasileiro deste século, iniciou sua carreira em 1934.

Entre suas mais importantes obras estão o Palácio da Alvorada, o Conjunto Praça dos Três Poderes, o Palácio do Itamaraty, o Memorial JK e a Catedral Metropolitana, em Brasília. Em São Paulo, Niemeyer projetou o Conjunto Parque do Ibirapuera, o Edifício Copan e o Memorial da América Latina.

Em Belo Horizonte, foi responsável pelo projeto do Conjunto da Pampulha, que inclui a Igreja de São Francisco de Assis, a Casa do Baile e Cassino, além da Biblioteca Estadual. Curitiba é sede do Museu Oscar Niemeyer e, no Rio de Janeiro, o arquiteto projetou o Sambódromo e a Casa das Canoas.