O jornal The New York Times afirmou, por meio de nota, que está muito satisfeito com a decisão do governo brasileiro de rever a posição em relação ao jornalista Larry Rohter. Diz que o Brasil e o jornal se beneficiam por ter um correspondente do jornal cobrindo este “importante país”.

O jornal no entanto afirma que a reportagem publicada no último fim de semana sobre o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, “é precisa e justa” (accurate and fair). Mesmo lamentando a controvérsia política, afirma que a petição encaminhada ao governo “não continha pedido de desculpas ou retratação” (neither an apology nor a retraction).