A 13ª missão tripulada à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), da qual faz parte o astronauta brasileiro Marcos César Pontes, se aproxima do momento do lançamento. O vôo nave Soyuz TMA-8 está programado para as 23h29 de hoje (29), no horário oficial de Brasília ? 8h29 de amanhã, no Cazaquistão, onde fica a base de lançamento de Baikonur.

Além de Marcos Pontes, os astronautas Jeffrey Williams (norte-americano) e Pavel Vinogradov (russo), integram a tripulação que viajará à ISS. A previsão é que o brasileiro permaneça oito dias na estação espacial. Já o russo e o norte-americano deverão ficar no espaço durante seis meses.

Na segunda-feira (27), o diretor do centro de imprensa de Bailonur, Ravil Khamitov, abriu oficialmente os preparativos para o lançamento da nave para a chamada "Missão Centenário" (em homenagem ao brasileiro Santos Dummont, que se tornou pioneiro da aviação com seu 14 Bis, há cem anos).

Na ocasião, Khamitov disse que considera "muito significativo que o primeiro cosmonauta brasileiro seja lançado ao espaço da plataforma Yuri Gagarin". Gagarin era russo e foi o primeiro homem a voar ao espaço, em 1961.

Marcos Pontes foi o primeiro brasileiro escolhido para viajar à estação espacial, e foi selecionado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) para ser astronauta por meio de concurso público, realizado há cerca de oito anos.

Ele realizará oitos experimentos brasileiros a bordo da ISS, em ambiente com gravidade próxima de zero (microgravidade). Na lista, estão experimentos para analisar o efeito da gravidade na cinética das enzimas, na interação das proteínas, nos danos e reparos do DNA, na geminação de sementes, em minitubos de calor e no crescimento das sementes de feijão.

Ontem (28), no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da cerimônia de apresentação do selo e da medalha que fazem parte da bagagem do astronauta Marcos Pontes.

Lula recebeu as réplicas do selo e da medalha do ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, e do presidente interino da AEB, Himilcom Carvalho. O selo, feito pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) é composto de três quadros.

No primeiro, estão ilustrações da terra e do 14-BIS, o avião usado no primeiro vôo de Santos Dumont. No segundo, aparecem a nave russa Soyuz e o foguete lançador do mesmo nome e, no terceiro, a ISS e o emblema da Missão Centenário.

Confeccionada em prata, a medalha apresentada ao presidente Lula traz em uma das faces a imagem do astronauta brasileiro no espaço. Na outra, mostra a Terra, a Soyuz e o 14-Bis.