Uma medalha de ouro, uma de prata e duas de bronze. Essa foi a campanha da equipe do Paraná nas Olimpíadas Universitárias, em Brasília, na modalidade de natação. ?Foi o melhor resultado do Estado na competição, que ganhou outras características a partir do ano passado, sendo muito mais técnico e atrás de rendimentos?, comemora a coordenadora da equipe paranaense, Morgana Cláudia da Silva, da Universidade e Faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu (Uniguaçu/Faese).

O grande nome da equipe paranaense foi o atleta Leonardo Sumida, de 20 anos, da Faculdade Dom Bosco, de Curitiba, responsável pelas quatro medalhas, três individuais (50, 100 e 200m costas, prata, ouro e bronze, respectivamente) e uma no revezamento 4 x 100m livre, pelo Dom Bosco. A façanha de três medalhas em uma mesma competição não é novidade para Sumida, que é atleta também do Clube Curitibano principalmente neste ano, quando passou a disputar o brasileiro absoluto, competindo em todas as categorias. ?Minha maior conquista foi o quinto lugar no Troféu José Finkel, válido como seletiva para o Pan-Americano de 2007. Em setembro, no Troféu Brasil, no Rio de Janeiro, quero subir no pódio?, projeta Sumida, referindo-se à próxima seletiva.

A terceira medalha conquistada por Leonardo Sumida foi nesta terça-feira, no último dia de disputa da modalidade, na prova dos 200m costas. Fez o terceiro melhor tempo (2\\\’12?84), atrás de Rômulo Carvalho (2\\\’08?37), do Espírito Santo, e Fernando Silva (2\\\’10?98), de São Paulo. Sumida participou de uma segunda prova nesta terça-feira, do revezamento 4 x 100m medley, pela equipe Bom Bosco, mas conseguiu apenas a quarta colocação. ?As provas de hoje foram mais competitivas?, justifica Leonardo, que se revezou com João Paulo Almeida, Bruno Matter Rosa e Leonardo Trevisan. Outros paranaenses também competiram no último dia de disputa, mas nenhum conseguiu destaque. Leonardo Trevisan foi o sexto nos 100m livre; Ana Thereza Jorge e Suzane Paes, na quinta e sexta posições nos 1.500m livre; e João Paulo Almeida, oitavo nos 100m peito.