O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, ao discursar na reunião de cúpula dos países membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que é preciso combater a fome e a pobreza para garantir um mundo sem violência.

"Estou convencido de que não haverá um mundo com paz e segurança enquanto um bilhão de pesssoas forem oprimidas pela fome", afirmou.

"Quero insistir que esse mal é a mais devastadora arma de destruição em massa. A fome e a pobreza afetam a capacidade de trabalho, as condições de saúde, a dignidade e as esperanças, desagregam famílias, desarticulam sociedades, enfraquecem a economia", disse.

Nesta quinta-feira, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), Lula participa da apresentação da Declaração de Nova Iorque sobre a Ação contra a Fome e a Pobreza.