Foto: Domingos SalernoComplicou, põe no forno. Não chegou a ser um ditado, mas era uma recomendação entre os mais antigos. Reunir várias pessoas em torno de uma mesa requer certo trabalho na cozinha e alguns pratos já são de pronto descartados.

Como os grelhados, por exemplo, que requerem um ponto exato e oferecem dificuldades para quem tem de fazê-los aos poucos, reservando alguns até que todos estejam prontos. Estes, reservados, ou chegam frios ou passados além do ponto, caso aguardem em um local aquecido.

Nessas horas, o segredo dos grandes chefs é apenas selar as carnes, terminando o cozimento no forno. Mas não é tarefa para qualquer um e exige um feeling que não é para todos.

Mas aí, seja como for, lá vem o forno em auxílio. É que tudo pode ser preparado com antecedência e levado ao forno para que atinja o ponto no momento da refeição, sem exigir atenção especial do anfitrião, que não precisa correr feito um louco na cozinha enquanto os convidados aguardam.

Forno, então, é a solução para esses momentos. Mas também para refeições menores, para o dia-a-dia, da entrada à sobremesa. E não é de hoje. O forno praticamente nasceu com a civilização, quando o homem descobriu que não apenas o contato direto com o fogo transformava os alimentos. Seus vestígios foram encontrados entre ruínas dos mais antigos agrupamentos humanos.

Nos tempos mais modernos, os primeiros eram de barro, abobadados, que retinham todo o calor após manter por algum tempo o fogo aceso em seu interior. Existem até hoje, em rústicas casas do interior e são insuperáveis para assar pão ou um leitão inteiro. Vieram os fornos a gás, elétricos e até os de microondas ? que não se prestam exatamente à finalidade, mas estão aí, ganhando mercado.

E o que há de mais recente é o forno combinado, que harmoniza a ação direta do aquecimento pela chama do gás com o vapor, permitindo assados mais tenros e bem acabados.

Ao forno, portanto. Preparando uma refeição inteira, que pode ser aberta de maneira bem simples, com um Brie com geléia ao forno, com o queijo envolto em papel-alumínio, coberto com geléia de morango (ou outro sabor que preferir), noz-moscada, salsinha e pimenta-do-reino. Alguns minutos de forno, apenas para o miolo do queijo derreter e pronto, iguaria de primeira. Outra entrada interessante, que também serve como petisco, foi criada pela chef Renata Khury para o Bossa Nova Bar.

O Escondidinho Bossa Nova tem camarões, pimentões e a consistência de um purê, ao forno, para gratinar. Sucesso! E se for para abrir a refeição em alto estilo, a sugestão vem do chefe Júnior Costa, do restaurante Le Bourbon, do Bourbon Curitiba Convention Hotel: Parfait de ovos ao pesto de rúcula em forno. A apresentação do prato e o contraste das cores mexem com o apetite e atiçam a gula dos pobres mortais.

Como prato principal, duas opções de carneiro. A primeira com base em uma receita original do chefe Claude Troigros, Pernil de cordeiro com hortelã e batata-doce. O pernil é marinado por 12 horas e assado em forno baixo até ficar macio. Irresistível.

Para quem prefere o carré, no corte à francesa, Carré de carneiro ao alho e tomilho com purê de batata-doce, dessa vez aproveitando a batata-doce em forma de purê. Nenhum segredo e ao alcance de qualquer iniciante. Como bom acompanhamento para outros pratos, Mandioquinha gratinada.

Para sobremesa, também do forno. Pelo menos a base da Torta de chocolate com chantilly, criada pela cozinha da Unilever. Pronto, agora é só saborear e aproveitar.

Bom apetite!

Parfait de ovos ao pesto de rúcula em forno

Por Júnior Costa, chef do Le Bourbon (Bourbon Curitiba Convention Hotel)

Foto: Jader RochaIngredientes:

3 ovos

40 g de presunto defumado

1 fatia de presunto defumado

40 g de queijo mussarela

1 colher (sopa) de creme de leite

cebola a gosto

azeite a gosto

20 ml de molho bechamel

queijo parmesão a gosto

sal a gosto

Modo de fazer:

Quebre dois ovos em uma tigela.

Corte o presunto em pedaços e salteie no azeite, com a cebola picada.

Corte a mussarela e junte com os ovos.

Acrescente molho bechamel, creme de leite e parmesão ralado. Bata com um garfo para misturar bem. Com um aro de metal, recorte a fatia de presunto e mantenha no fundo, ajeitando a mistura por cima. Abra o outro ovo por cima. Acrescente sal.

Leve ao forno por aproximadamente 12 minutos. Retire o aro e sirva.

Para o pesto:

1 maço de rúcula 1 maço

nozes a gosto

queijo parmesão ralado a gosto

1 dente de alho

sal a gosto

pimenta-do-reino a gosto

azeite a gosto

Misture tudo em um liquidificador e bata até atingir uma forma espessa. Coloque em volta do ovo e sirva.

Rendimento: 1 porção.

Bourbon Curitiba Convenion Hotel
Rua Cândido Lopes, 102 – Centro
Fone: (41) 3221-4600
www.bourbon.com.br

Escondidinho Bossa Nova

Por Renata Khury, chef do Bossa Nova Bar

Foto: Domingos SalernoIngredientes:

100 g de purê de batata-salsa

150 g de camarão médio

75 g de mix de pimentões

100 ml de molho bechamel

30 g de queijo parmesão

Modo de preparo:

Em um refratário, colocar o purê, depois os camarões salteados com os pimentões e em seguida o molho bechamel.

Polvilhar com queijo ralado e colocar no forno à 250º por 6 minutos.

Rendimento: 1 porção.

Bossa Nova Bar
Rua Senador Xavier da Silva, 210 – Centro Cívico
Fone: 3077-1812

Brie com geléia ao forno

Foto: Anacreon de TéosIngredientes:

1 queijo brie com 150g

2 colheres (sopa) de geléia de morango

Noz-moscada a gosto

Pimenta-do-reino a gosto

Salsa desidratada

Preparo:

Pré-aqueça o forno a 200 graus por pelo menos 10 minutos. Coloque o queijo brie no centro de um quadrado de papel-alumínio. Por cima espalhe as colheres de geléia, envolvendo somente o lado de cima do queijo. Polvilhe com a noz-moscada, depois a pimenta do reino e por último a salsa desidratada.

Feche o papel, juntando as pontas e formando um envelope, de forma a deixar um espaço para o vapor que se formará dentro do embrulho.

Leve ao forno já pré-aquecido por aproximadamente 10 a 15 minutos.

O queijo estará pronto quando estiver firme por fora e mole por dentro.

Rendimento: 2 porções.

Pernil de cordeiro com hortelã e batata-doce

Baseada em receita original do chef Claude Troigros

Marinado

Misture os seguintes ingredientes:

1 copo de vinagre vinho tinto

1 copo de vinho branco seco

2 dentes de alho picado

½ cebola picada

pimenta amassada

sal, tomilho, louro e alecrim

Pernil

Perfure o pernil e introduza os dentes de alho nos orifícios.

Deixe marinar por 12 h.

No dia seguinte, tempere com sal e pimenta-do-reino (moída na hora).

Asse em forno baixo (160º) durante 1 ½ hora, junto com o marinado, molhando sempre.

Corte a batata doce em cubos grandes e junte ao cordeiro.

Asse mais 1 hora, até a batata ficar caramelizada.

Molho de hortelã

Bata no liquidificador 1 maço de hortelã, 125 ml de vinho branco, 30 g de açúcar e sal.

Esquente, sem deixar ferver.

Toque final

Coloque a batata no prato.

Disponha o pernil em cima.

Regue com o molho de hortelã.

Rendimento: 4 a 6 porções.

Carré de carneiro ao alho e tomilho com purê de batata-doce

Foto: Anacreon de TéosIngredientes:

1 carré de carneiro inteiro (peça para o açougueiro retirar a membrana entre os ossos)

1 cabeça de alho

1 maço de tomilho

Sal

Pimenta-do-reino (moída na hora, de preferência)

6 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem

Modo de fazer:

Aqueça o forno a 250 graus. Unte um refratário e ajeite ali o carré, temperado com sal e pimenta. Despeje o azeite de oliva em fios por cima, espalhe os dentes de alho (sem descascar) em torno e os ramos de tomilho sobre o azeite, em toda a forma.

Asse por 15 a 20 minutos.

Corte os carrés entre os ossos e sirva com um purê de batata-doce.

Rendimento: 6 porções.

Mandioquinha gratinada

Da Culinária Unilever

DivulgaçãoIngredientes:

700 g de mandioquinha cortada em rodelas grossas

4 xícaras (chá) de água

1 colher (chá) de sal

1 xícara (chá) de maionese Hellmann’s 0% colesterol

6 colheres (sopa) de leite

1 colher (chá) de tomilho fresco

queijo parmesão ralado light

creme vegetal Becel

Modo de preparo:

Unte um refratário pequeno (26 x 16 cm) com o creme vegetal. Reserve.

Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).

Em uma panela média, coloque a mandioquinha, a água e o sal. Cozinhe em fogo médio por 10 minutos ou até a mandioquinha ficar macia, porém firme.

Escorra e coloque a mandioquinha no refratário reservado.

Em uma tigela misture a maionese, o leite, o tomilho e o alho.

Espalhe sobre a mandioquinha, polvilhe o queijo ralado light e leve ao forno por 30 minutos ou até dourar levemente. Sirva em seguida.

Rendimento: 6 porções.

Torta de chocolate com chantilly

Da Divisão de Alimentos da Unilever

DivulgaçãoIngredientes:

Massa

½ xícara (chá) de amido de milho MAIZENA®

1 ½ (chá) de farinha de trigo

1 colher (sopa) de açúcar

½ xícara (chá) de chocolate em pó

2 tabletes de margarina

Recheio

300 g de chocolate meio amargo picado

3 colheres (sopa) de margarina

½ xícara (chá) de creme de leite

Cobertura

1 xícara (chá) de creme de leite gelado

Para decorar:

raspas de chocolate

Modo de preparo:

Massa

Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).

Em uma tigela, misture o amido de milho Maizena, a farinha, o açúcar, o chocolate em pó e a margarina, até obter uma massa homogênea.

Abra a massa entre duas folhas de filme plástico, com o auxílio de um rolo, forre o fundo e as laterais de uma fôrma redonda com o aro desmontável (25 cm de diâmetro). Faça furos na massa com um garfo e leve ao forno por cerca de 20 minutos. Retire e reserve.

Recheio

Derreta o chocolate em banho-maria e acrescente, alternadamente, a margarina e o creme de leite, mexendo sempre. Cubra com filme plástico e deixe esfriar.

Coloque o recheio sobre a massa reservada e leve à geladeira por cerca de 1 hora.

Cobertura

Coloque o creme de leite na batedeira e bata na velocidade baixa por cerca de 5 minutos, até obter consistência de chantilly.

Coloque sobre a torta e decore com as raspas de chocolate. Sirva em seguida.

Rendimento: 10 porções