O vice-presidente da China, Xi Jinping, chegou nesta terça-feira (17) a Caracas para uma visita oficial de dois dias. Durante a estadia, Xi Jinping deve firmar uma série de acordos e também reunir-se com o presidente Hugo Chávez. “A China tem aqui na Venezuela um grande aliado na América Latina. Uma aliança que vai até o energético, a infraestrutura”, afirmou o vice-presidente venezuelano, Ramón Carrizalez, que recebeu o colega no aeroporto Simón Bolívar.

O chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou à agência estatal chinesa Nova China que os dois países se anteciparam no trabalho para enfrentar a crise financeira internacional e construíram “uma grande fortaleza no aspecto financeiro”. O chanceler apontou que a visita do vice-presidente chinês é de “muito alto nível” e vem “consolidar o trabalho de aproximação, de integração e de amizade profunda e da relação estratégica com a China”.

A Venezuela converteu o aumento de seu intercâmbio comercial com a China em uma prioridade e prevê aumentar suas vendas petrolíferas ao país asiático dos 364 mil barris diários, registrados atualmente, para 1 milhão de barris diários, antes de 2012. A Venezuela é um dos maiores exportadores de petróleo do mundo e a China, um dos principais consumidores.