A polícia informou que um homem foi assassinado numa das principais vias que dão acesso a Acapulco, elevando para 31 o número vítimas no balneário na costa do oceano Pacífico em quatro dias. O diretor de polícia investigativa do Estado de Guerrero, Fernando Monreal Leyva, disse que o homem, ainda não identificado, recebeu vários tiros na cabeça e foi encontrado na estrada com a camisa sobre seu rosto. Grupos de traficantes disputam as áreas de venda de entorpecentes no balneário.

Leyva afirmou hoje que as polícias local, estadual e federal se reuniram com o Exército para estudar formas de elevar a segurança em Acapulco, onde 27 pessoas morreram em menos de um dia no final de semana. Quinze foram encontradas mortas num shopping center, no sábado. Apenas uma não havia sido decapitada. As informações são da Associated Press.