O advogado Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional (centro-direita), corre como favorito para chegar à presidência no segundo turno do Uruguai, no domingo, 24, contra Daniel Martínez, um engenheiro e ex-prefeito de Montevidéu, candidato pela governista Frente Ampla (esquerda).

Herdeiro de um clã de políticos tradicionais: Lacalle Pou, Partido Nacional

Lacalle Pou é filho do ex-presidente Luis Alberto Lacalle (1990-1995) e da ex-senadora Julia Pou. É o herdeiro de um movimento político conhecido no Uruguai como “herrerismo”, uma referência a seu bisavô paterno, Luis Alberto de Herrera, que integrou um Executivo colegiado na década de 50.

Lacalle Pou é o segundo de três irmãos. Tinha 16 anos quando seu pai se tornou presidente do Partido Nacional, posição hoje ocupada por ele. Deputado entre 2000 e 2015, e senador desde 2015 – até renunciar para se dedicar à atual campanha -, ele é amante do mar, da natureza e, às vezes, define-se como um biólogo “frustrado”.

Casado e pai de três filhos, Lacalle Pou busca a presidência pela segunda vez. Em 2014, ele foi derrotado no segundo turno pelo atual presidente, Tabaré Vázquez, da Frente Ampla. Em seu programa de governo, ele promete combater a criminalidade e reduzir os gastos do Estado para superar o persistente déficit fiscal de 4,9% do PIB.

Esportista e administrador pragmático: Daniel Martínez, Frente Ampla

Daniel Martínez é um engenheiro industrial que foi prefeito de Montevidéu, entre 2015 e 2019, quando renunciou ao cargo para disputar as prévias da Frente Ampla. Aos 62 anos, ele tem dupla nacionalidade: além de uruguaio, é também francês.

Martínez construiu seu caminho até a candidatura após décadas de militância no Partido Socialista, que integra a coalizão de esquerda fundada em 1971, que governa o Uruguai desde 2005. Longe do carisma do ex-presidente José Mujica ou da paixão militante que despertava o atual presidente Tabaré Vázquez, Martínez um gestor pragmático.

Esportista, quando assumiu o governo de Montevidéu foi trabalhar de bicicleta e depois começou a circular de veículo elétrico, destacando sua preferência pela energia sustentável. Casado e pai de três filhas, é a primeira vez que ele disputa a presidência. Em entrevista recente, garantiu que nunca planejou ser presidente. “Às vezes, a vida e os fatos te levam.”