O comissário da União Europeia para Assuntos Tributários, Algirdas Semeta, pressionou a Áustria a participar mais do combate à evasão de impostos, segundo informações da revista alemã Der Spiegel, publicadas neste domingo. “Com certeza a Áustria não vai querer permanecer isolada no longo prazo”, disse ele.

A legislação da UE sobre impostos precisa da aprovação de todos os 27 países membros. A Áustria vem se manifestando contra as propostas, citando sua tradição de manter dados bancários confidenciais como o principal motivo.

Na entrevista, Semeta elogiou Luxemburgo por sua disposição em introduzir as novas regras. A partir de janeiro de 2015, o país vai passar a liberar informações sobre depositantes estrangeiros que vivem em países da UE às autoridades tributárias desses países. “A Áustria deve em breve seguir o exemplo”, disse Semeta. As informações são da Dow Jones.