O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, prometeu declarar trégua publicamente à meia-noite deste sábado, horário local, em um telefonema com a chanceler alemã Angela Merkel e com o presidente francês, François Hollande, feito poucas horas antes do início do cessar-fogo no conflito que atinge a região leste do território ucraniano, informou o governo alemão.

O líder ucraniano informou a Merkel e Hollande sobre a tensa situação em Debaltseve, no leste do país, e reiterou o compromisso ucraniano de respeitar totalmente o acordo de cessar-fogo entre as tropas governamentais e os separatistas apoiados pela Rússia.

“Ele pediu apoio para que o compromisso assumido nas negociações de Minsk também seja respeitado pelos separatistas”, disse o porta-voz do governo alemão, Georg Streiter, neste sábado, referindo-se às conversas que levaram ao acordo de paz. “A chanceler alemã e o presidente Hollande prometeram apoio na implementação do cessar-fogo”, acrescentou.

As forças ucranianas e os separatistas entraram em choque neste sábado, poucas horas antes do início da trégua, que foi intermediada pelos líderes franceses e alemães, junto a representantes russos e ucranianos. Muitos veem este cessar-fogo como, possivelmente, a última chance de encerrar o conflito, que já estremeceu seriamente as relações entre a Rússia e o Ocidente.

Fonte: Dow Jones Newswires