A ex-premiê da Ucrânia, Yulia Tymoshenko, começou um tratamento médico no hospital Charite, em Berlim, nesta sexta-feira, mas os médicos alegam que é muito cedo para dizer quanto tempo o tratamento durará.

O presidente do hospital, Karl Max Einhaeupl, disse que os médicos vão decidir na segunda-feira se a ex-premiê precisa de uma operação para uma dor nas costas grave resultante de um problema na coluna que ela sofreu mais de dois anos atrás.

Einhaeupl afirmou a jornalistas que Tymoshenko não está sofrendo qualquer Paralisia, ainda que tenha necessidade de ajuda para se locomover. Fonte: Associated Press.