O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cumpre neste sábado uma agenda de conversas por telefone com líderes de diferentes países. Após a conversa com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, o presidente norte-americano já conversou com a chanceler alemã Angela Merkel e, por volta das 15h no horário de Brasília, conversava com o presidente russo Vladimir Putin.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, publicou no Twitter nesta tarde imagens de Trump ao telefone confirmando que o presidente dos EUA já estava cumprindo três das cinco ligações telefônicas agendadas para este final de semana. Conversas com o presidente da França, François Hollande, e o primeiro-ministro da Austrália, Malcolm

Turnbull, ainda estão previstas.

De acordo com Spicer, a conversa com Merkel durou 45 minutos. Ele não deu mais informações sobre os temas abordados ou sobre a conversa com Putin.

Trump e Putin se falam pela primeira vez desde o início do governo do republicano. O objetivo, segundo já declarou o presidente norte-americano, é discutir a possível cooperação da Rússia com interesses dos Estados Unidos no exterior.

Antes da conversa com Putin, Trump evitou comentar sobre a possibilidade de retirada das sanções econômicas à Rússia. “Vamos ver o que acontece. Sobre as sanções, é muito cedo para falar sobre isso”, disse Trump a repórteres.

Já a conversa com o primeiro-ministro do Japão resultou no compromisso de um encontro entre Trump e Abe no dia 10 de fevereiro em Washington. O primeiro-ministro japonês afirmou que Trump reconheceu a importância de uma aliança militar entre os dois países para a defesa e o crescimento econômico. “Nós confirmamos a importância da aliança EUA-Japão em áreas como as economias e a segurança nacional”, afirmou Abe, após um telefonema com o líder americano. (Dayanne Sousa – dayanne.sousa@estadao.com, com informações da Associated Press e Dow Jones Newswires)