O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou o economista David Malpass para a presidência do Banco Mundial, como havia sido antecipado por fontes do governo ontem.

Subsecretário para Assuntos Internacionais do Departamento do Tesouro, Malpass tem atraído atenção por suas críticas ao Banco Mundial, especialmente por seus empréstimos à China. Além disso, ele tem participado da equipe de negociações comerciais dos EUA com a China.

De acordo com Trump, o economista é uma “excelente escolha” para o cargo. Os EUA têm tradicionalmente apontado o presidente do Banco Mundial, mas esse direito não é formalizado. A decisão final depende do conselho de diretores executivos da instituição, que deve avaliar as nomeações em 7 de fevereiro. (Com informações da Dow Jones Newswires)