O primeiro-ministro da Holanda, Jan Peter Balkenende, afirmou que as tropas holandesas provavelmente vão deixar o Afeganistão neste ano. A declaração foi feita um dia depois de seu governo entrar em colapso, após um partido da coalizão insistir em que as tropas do país deixem o Afeganistão em agosto, como planejado.

Balkenende queria aceitar o apelo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para que 1,6 mil homens permanecessem mais um ano no país centro-asiático, ao menos para treinar o exército e a polícia afegãos. Em um longo debate no parlamento antes do colapso do governo holandês, ontem, a maior parte dos 150 membros da Casa favorecia a saía do Afeganistão.