A passagem da tocha olímpica por Buenos Aires nesta sexta-feira (11) foi tranqüila, sem grandes incidentes, ao contrário do que havia acontecido nas outras cidades em que havia ocorrido o desfile. Gabriela Sabatini foi a última atleta a portar o símbolo máximo doso Jogos Olímpicos.

No geral, a marcha de 14 quilômetros foi marcada pela euforia das pessoas que acompanhavam o evento. Haviam alguns manifestantes, em número reduzido, que protestavam contra o governo chinês, mas que não causaram tumulto.

A tocha olímpica foi vigiada por 5.600 agentes de segurança, sendo 1.200 policiais e 1.500 agentes da Guarda Costeira Depois de Buenos Aires, a tocha olímpica segue para Dar es Salaam, na Tanzânia, onde desfilará no domingo (13).