A primeira-ministra britânica, Theresa May, ignorou uma decisão judicial contrária aos planos do governo de deixar a União Europeia e sustentou que levará até o fim o processo de saída do Reino Unido da União Europeia, que ficou conhecido por Brexit.

Ela usou uma coluna Sunday Telegraph para dizer que seu governo vai “continuar com o trabalho”, apesar de uma decisão do Tribunal Superior exigindo que ela busque aprovação parlamentar antes do início do processo de saída.

Theresa diz que o governo espera obter uma reversão dessa decisão perante o Supremo Tribunal, porque um princípio importante está em jogo.

Ela disse que o Parlamento votou em deixar a decisão “nas mãos do povo” no referendo 23 de junho.