O Taliban paquistanês libertou dois reféns suíços raptados há mais de oito meses quando viajavam pelo sudoeste do país, informou o Exército nesta Quinta-feira. “Eles estão sãos e salvos. Nós os enviamos para Peshawar”, disse o major-general Athar Abbas, porta-voz militar paquistanês, referindo-se à cidade localizada no noroeste do país – próxima ao cinturão tribal sem lei do Paquistão, onde os europeus foram mantidos em cativeiro.

Olivier David Och, 31, e Daniela Widmer, 28, foram sequestrados por homens armados na província de Baluchistan (sudoeste do Paquistão) no dia 1º de julho de 2011. O Taliban paquistanês reivindicou o rapto, exigindo que os suíços fossem trocados por Aafia Siddiqui, uma neurocientista paquistanesa condenada em 2010 em Nova York, por tentativa de assassinato de agentes dos EUA no Afeganistão. As informações são da Dow Jones.