Uma autoridade israelense informou que três suspeitos do assassinato do adolescente palestino Mohammed Abu Khdeir confessaram o crime. A fonte, que falou em condição de anonimato, disse que nesta segunda-feira os suspeitos participaram da reconstituição do crime.

O jovem de 16 anos foi sequestrado perto de sua casa na semana passada. Horas depois, seu corpo foi encontrado queimado num floresta em Jerusalém.

No domingo, Israel anunciou a detenção de seis judeus homens suspeitos pela morte de Abu Khdeir, mas suas identidades não foram relevadas .

A morte do adolescente provocou vários dias de violentos protestos em áreas palestinas de Jerusalém e no norte de Israel.

O escritório do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu informou nesta segunda-feira que ele telefonou para o pai de Abu Khdeir para expressar suas condolências. Fonte: Associated Press.