A polícia da Suécia disse nesta sexta-feira que ao menos 15 mulheres jovens relataram agressões sexuais por grupos de homens na véspera de Ano Novo na cidade de Kalmar. Os relatos suecos vieram na sequência das agressões sexuais e roubos durante as celebrações de Ano Novo na cidade de Colônia, na Alemanha.

O porta-voz da polícia, Kalmar Johan Bruun, disse que grupos de homens cercaram algumas mulheres em uma praça lotada e apalparam elas. Ele disse ninguém ficou fisicamente ferido, mas muitas das pessoas que estavam no local ficaram aterrorizadas. Ele disse que dois homens, ambos requerentes de asilo, foram informados através de intérpretes que eles são suspeitos das agressões sexuais e que a polícia está tentando identificar outros suspeitos.

Questionado sobre as semelhanças com os ataques na Alemanha, Bruun disse que “estamos cientes do que aconteceu na Alemanha, mas estamos focando nossa investigação sobre o que aconteceu em Kalmar”.

Fonte: Associated Press.