O bilionário George Soros fez uma doação de US$ 1 milhão para o projeto de legalização da maconha, que será votado em plebiscito no dia 2 de novembro, na Califórnia. A notícia da contribuição, divulgada hoje pelo jornal The Sacramento Bee, é a maior doação de uma pessoa física depois da feita pelo empreendedor de Oakland, Richard Lee, o principal patrocinador da proposta 19.

Soros foi um dos principais apoiadores financeiros da medida de 1996 que fez da Califórnia o primeiro Estado norte-americano a legalizar a maconha para uso médico. A doação foi feita um dia depois que a campanha pelo “sim” ter veiculado seu primeiro anúncio na televisão. Até agora, nenhum dos lados angariou grandes quantidades de dinheiro, embora os partidários da legalização superem os oponentes da medida.