Subiu para 17 o número de mortos numa explosão acidental que atingiu hoje um depósito de munição da Guarda Revolucionária do Irã, informaram autoridades locais. Outros 16 soldados foram hospitalizados com ferimentos, alguns em estado crítico, segundo a emissora estatal de TV.

A explosão ocorreu em uma base militar nos arredores de Bigdané, uma aldeia localizada a 40 quilômetros a sudoeste de Teerã, a capital iraniana. O parlamentar Parviz Soroori descartou a possibilidade de sabotagem. “Não houve sabotagem neste incidente. Não teve nada a ver com política”, afirmou Soroori, segundo o website do Parlamento iraniano. As informações são da Associated Press.