Os corpos desmembrados de sete homens foram encontrados neste domingo na cidade de Torreón, no nortista estado mexicano de Coahuila.

As primeiras informações da polícia indicam que, após uma denúncia anônima, os investigadores descobriram os corpos em um sítio abandonado.

“Foram encontrados sete troncos do sexo masculino e diferentes partes do corpo como mãos, braços, pernas e pés, assim como as cabeças, em seis bolsas pretas de plástico”, detalhou o relatório.

Em outros dois fatos diferentes foram localizados em ruas da mesma cidade dois homens mortos, de aproximadamente 22 e 30 anos, supostamente assassinados com armas de fogo.

A cidade de Torreón foi controlada nos últimos anos pelo grupo do crime organizado Los Zetas, mas a disputa do território por parte do Cartel de Sinaloa suscitou múltiplos confrontos entre ambos grupos.

A criação de um programa nacional para a prevenção do delito, a fim de combater a onda de insegurança com medidas integrais, foi colocada no primeiro lugar de uma série de ações imediatas anunciadas ontem pelo novo presidente do México, Enrique Peña Nieto, em sua primeira mensagem à nação pouco após assumir como chefe de Estado.

A violência vinculada ao crime organizado deixou mais de 50 mil mortos durante os seis anos de Governo do antecessor de Peña Nieto, Felipe Calderón.