A Rússia informou nesta sexta-feira (11) que pode parar de vender pacotes de viagens espaciais para "turistas" em 2010. O motivo é o plano de expansão da tripulação da estação espacial internacional. O chefe da Agência Espacial Federal, Anatoly Perminov, disse que a tripulação permanente da estação deve aumentar dos atuais três membros para seis ou mesmo nove em 2010. Isso significa que a Rússia precisará utilizar os poucos assentos disponíveis para turistas na aeronave Soyuz. Esses lugares serão utilizados para levar e trazer os tripulantes da estação espacial.

Desde 2000, cinco pessoas compraram "passagens" para um tour até a estação espacial. As viagens trouxeram um reforço financeiro para o programa espacial russo. Segundo Perminov, os turistas já escalados para as viagens até 2010 não deixarão de ir ao espaço. O boom dos lucros com petróleo no país fez com que o governo aumentasse os investimentos no programa espacial nos últimos anos. Isso diminuiu a necessidade da renda gerada com as viagens comerciais.