O governo russo afirmou que observa os acontecimentos relativos à Coreia do Norte com “grande preocupação”. Porta-voz do presidente Vladimir Putin, Dmitry Peskov disse nesta sexta-feira que a Rússia pede que todas as partes mostrem comedimento e não se envolvam em qualquer medida de provocação. Peskov enfatizou que a crise pode ser resolvida apenas pelos meios políticos e diplomáticos.

O vice-ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Ryabkov, advertiu os EUA de que suas tentativas de confiar na força para pressionar a Coreia do Norte não ajudarão.

As tensões na região cresceram com o envio de um porta-aviões dos EUA para a área e com o envio de milhares de soldados dos EUA e da Coreia do Sul para um exercício militar conjunto. O governo de Pyongyang advertiu que pode haver uma guerra, caso ocorra qualquer sinal de agressão da Coreia do Sul na zona desmilitarizada entre os países. Fonte: Associated Press.