O Ministério de Relações Exteriores russo afirmou nesta quarta-feira (5) que espera uma “nova abordagem” nas relações entre o país e os Estados Unidos após a vitória do democrata Barack Obama nas eleições presidenciais. “Todos têm o direito de esperar uma nova abordagem dos Estados Unidos nos problemas mais importantes, incluindo as relações com a Rússia”, disse o vice-ministro da pasta Grigory Karasin, segundo a agência russa Interfax. “Nós esperamos essa renovação das relações para trazer mais idéias sobre a cooperação construtiva, para responder aos novos desafios e ameaças do século 21”, apontou Karasin.

As relações bilaterais entre a Rússia e os Estados Unidos caíram em seu pior momento desde a Guerra Fria, sobretudo após a breve guerra entre os russos e a Geórgia envolvendo a província separatista georgiana da Ossétia do Sul, em agosto. O enviado russo na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Dmitry Rogozin, disse que com Obama no poder melhorariam as relações entre a Rússia e a aliança. Para Rogozin, com a posse do democrata seriam retirados os “obstáculos irresponsáveis à cooperação introduzidos pela administração anterior”.

O vice-primeiro-ministro, Igor Shuvalov, que teve papel importante na resposta à crise financeira na Rússia, disse que a eleição de Obama ajudaria a economia mundial. “A primeira reação do mercado financeiro mostra esperança”, disse Shuvalov, após uma forte alta de 9% nos índices da bolsa russa no início da manhã. As informações são da Dow Jones.