A Rússia e a Índia fecharam acordos que totalizam US$ 700 milhões na área nuclear, segundo os quais a estatal russa Atomenergoprom fornecerá pelotas de urânio à Índia, informou nesta quarta-feira (11) a BBC em seu site, citando funcionários de ambos os países. Um comunicado publicado pelo Departamento de Energia Atômica da Índia informou que os acordos compreendem o fornecimento a longo prazo de 2.000 toneladas métricas de pelotas de urânio natural para os reatores de alta pressão de água da Índia, além de outro documento que prevê o fornecimento de pelotas de urânio pouco enriquecido para reatores de água fervente, operados pela Corporação de Energia Nuclear da Índia, segundo a BBC.