O líder interino da República Centro-Africana, Michel Djotodia demitiu três ministros de seu gabinete, segundo decreto presidencial visto por agências neste domingo, após uma onda de violência sectária no país.

O ministro de Finanças e Orçamento Christophe Bremaidou, de Segurança Josue Binoua e de Agricultura Joseph Bendounga foram demitidos, assim como o diretor de Contas Públicas Nicolas Geoffroy Gourna-Douath.

“Todos os movimentos em diferentes contas do Tesouro estão suspensos até segunda ordem”, informou o comunicado do governo. Fonte: Associated Press.