Matteo Renzi, líder do Partido Democrático escolhido para ser o novo primeiro-ministro da Itália, disse que deve conseguir formar um novo governo até sábado e buscar um voto de confiança no Parlamento na segunda-feira.

Renzi, que orquestrou a queda do governo de seu colega de partido e ex-premiê Enrico Letta na semana passada, disse estar “convencido” de que poderá formar uma coalizão viável, após ter realizado reuniões com potenciais parceiros.

Ele disse esperar que seja possível apresentar o novo governo ao presidente Giorgio Napolitano no sábado, além de revelar sua estratégia para impulsionar a economia, tornar a Itália mais governável e diminuir impostos. Fonte: Associated Press.