A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) da Organização das Nações Unidas emitiu um relatório, segundo o qual o Irã tem respeitado um acordo que impôs controles sobre o programa nuclear do país. O documento, obtido pela Associated Press, aponta que o Irã possui 102 quilos de urânio enriquecido, cerca da metade do limite permitido pelo acordo. Além disso, o país possui urânio enriquecido a um nível baixo, não nos níveis mais altos que permitiriam o uso em armas atômicas.

O urânio de baixo enriquecimento é empregado para gerar energia em reatores e outros fins pacíficos. Com o enriquecimento mais elevado, ele pode servir para abastecer uma ogiva nuclear.

O acordo, que entrou em vigor há pouco mais de um ano, se concentra em limitar o programa nuclear iraniano. Teerã insiste que não almeja produzir armas nucleares. Fonte: Associated Press.