Mais da metade da população mundial viverá em aglomerados urbanos até o próximo ano, revela um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) cuja íntegra será divulgada ainda nesta quarta. A previsão é de que 3,3 bilhões de pessoas vivam em cidades até 2008. Em 2030, os aglomerados urbanos abrigarão cerca de 5 bilhões de habitantes.

Sem o planejamento adequado, as cidades ao redor do mundo estão ameaçadas pela pobreza, pelas oportunidades limitadas para os jovens e pelo extremismo religioso, alertou a diretora-executiva do Fundo de População da ONU, Thoraya Ahmed Obaid, em conversa com a Associated Press em Londres.

"Em 2008, metade da população mundial viverá em áreas urbanas. Não estamos prontos para isso", disse Obaid, que também é uma subsecretária-geral da ONU.

O relatório "Estado da População Mundial 2007", elaborado pelo fundo, destaca a proporção e a escala do crescimento urbano e defende a adoção de iniciativas para controlar o fenômeno.