O secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, disse que a derrota do governo britânico no Parlamento em relação à legislação do Brexit não irá impedir o processo de saída da União Europeia.

Na quarta-feira, 11 legisladores conservadores se uniram à oposição para aprovar uma moção dando ao Parlamento do Reino Unido a última palavra sobre o eventual acordo do Brexit. Johnson minimizou o significado do voto, dizendo que “é claro que o Parlamento deveria votar no acordo final. Eu não acho que a votação da noite passada realmente mude esses fatos”.

Em uma coletiva de imprensa com ministros japoneses, Johnson disse pensar que o Brexit é um processo “imparável”. Ele afirmou não acreditar que o Parlamento “realmente votaria para parar ou reverter o processo ou frustrar a vontade do povo britânico”. Fonte: Associated Press.