enkontra.com
Fechar busca

Mundo

Reféns sírios sequestrados no Líbano ganham liberdade

Homens armados haviam sequestrado o grupo próximo ao aeroporto

Três dos cinco sírios reféns sequestrados recentemente no Líbano foram libertados neste sábado, depois que homens armados capturaram o grupo na estrada do aeroporto internacional Rafik Hariri de Beirute algumas horas antes.

Durante o período em que estiveram nas mãos dos sequestradores, os cidadãos sirios foram agredidos e também assaltados, informou a agência de notícias “ANN”, que detalhou que os mesmos só foram libertados após o pagamento do resgate, embora não tenha detalhado o valor exigido e nem quem efetuou o pagamento.

Já os outros dois sírios foram sequestrados na noite de ontem, em uma construção em Choueifat, ao sul de Beirute, por quatro indivíduos que conduziam uma “Cherokee”. Até o momento, não há informações sobre o paradeiro dessas duas vítimas.

Estes últimos casos se somam à onda de sequestros de cidadãos sírios efetuados pelo poderoso clã Mokdad e outros grupos, todos em represália a captura de cidadãos libaneses na Síria, supostamente por parte do rebelde Exército Livre Sírio (ELS).

Um membro do clã Mokdad foi sequestrado no início dessa semana em Damasco, enquanto 11 peregrinos xiitas libaneses foram capturados em maio na província de Aleppo (norte).

Em comunicado, o ELS, por sua parte, negou ter qualquer tipo de envolvido no sequestro de Hassan Mokdad e também condenou o sequestro de “sírios inocentes” no Líbano.

Segundo o ELS, o regime de Assad é o responsável pelo seqüestro de Hassan para “fazer explodir uma situação de conflito e envolver o Líbano no conflito”.

Perante a tensão que vive o país, o governo libanês expressou hoje sua rejeição ao fato de um grupo querer “destruir uma nação”, em alusão aos sequestros efetuados e aos distúrbios, e pediu unidade para “superar essa atual situação”.

O Líbano está muito dividido por causa do conflito sírio, já que uma parte apoia os revolucionários e a outra – liderada pelo grupo xiita Hezbollah – defende o regime de Assad.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas