enkontra.com
Fechar busca

Mundo

Recessão em Portugal se acentua e desemprego atinge número recorde

A recessão em Portugal voltou a crescer no segundo trimestre do ano, com uma queda de 3,3% do PIB, o maior retrocesso registrado na economia do país desde 2009, enquanto o desemprego alcançou o número recorde de 15%, segundo estimativa do Instituto Nacional de Estatísticas (INE) português divulgada nesta terça-feira.

Os números refletem uma piora dos indicadores macroeconômicos do país, que conta com assistência financeira da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) desde maio de 2011.
Desta forma, o PIB de Portugal segue em queda livre pelo sexto trimestre consecutivo (desde o início de 2011) e retrocedeu 1% em comparação aos três primeiros meses de 2012.

A taxa de desemprego ficou pela primeira vez em 15% – a terceira mais alta da União Europeia – um número que jamais tinha sido atingido e que equivale a 827 mil pessoas sem empregos, 152 mil a mais do que no ano passado.

A contração da economia lusa é explicada pelo comportamento da demanda interna, que vem piorando desde o início de 2012, especialmente na área de investimentos, segundo o INE.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas