Pelo menos 19 pessoas foram mortas, desde o domingo, 12, em confrontos entre detentos armados na prisão de El Rodeo, na Venezuela, afirmou hoje o ministro do Interior, Tareck El Aissami. Houve “uma situação lamentável que ocorreu no domingo em El Rodeo, onde 19 presos perderam suas vidas”, relatou a autoridade.

O número representa o levante mais mortífero na Venezuela desde 1999, quando 27 presos foram mortos em confrontos com as forças de segurança, segundo organizações pelos direitos humanos. Disparos de armas e explosões podiam ser ouvidas na noite de ontem na prisão localizada no Estado de Miranda, no norte do país. El Aissami não disse, porém, se a situação está sob controle. As informações são da Dow Jones.