Os rebeldes muçulmanos que controlam a República Centro-Africana estão patrulhando as ruas da capital do país, apesar de o presidente Michel Djotodia ter formalmente dissolvido a aliança de grupos rebeldes que o levaram ao poder durante uma revolução em março.

Os rebeldes agora se consideram o Exército nacional do país. Tropas francesas foram enviadas ao local para ajudar na segurança da capital e pressionar para que os rebeldes saiam das ruas.

As tropas francesas fazem parte de uma intervenção militar sancionada pela Organização das Nações Unidas (ONU) na semana passada, em meio à violência que tomou conta da ex-colônia francesa. Fonte: Associated Press.