O edifício do Parlamento chechênio foi atacado por insurgentes nesta manhã, no horário local (3h da madrugada em Brasília). Houve um ataque suicida e homens armados mataram pelo menos 4 membros da segurança. Em seguida, fizeram reféns, informou um porta-voz do ministério do Interior em Grozny, a capital do país. Dukubaja Abdurajmánov, o presidente do Parlamento estaria no interior do edifício, que foi cercado pelas forças especiais do governo.

O presidente checheno Ramzan Kadyrov dirigiu a operação para libertar o edifício dos insurgentes. Os rebeldes também atacaram o prédio do Ministério da Agricultura. Segundo a Agência Interfax, em uma operação das forças de segurança do governo, todos os guerrilheiros que haviam atacado o Parlamento foram mortos.